O Deus dos Católicos é mesmo deus dos Muçulmanos?

O Nosso Deus do Cristianismo é Três pessoas como ensina a nossa santa Doutrina no dogma da Santíssima Trindade( o Pai, Filho e Espírito Santo).
 
Alcorão diz: “Não digais: Trindade! Abstende-vos disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe está a hipótese de ter tido um filho.” (Sura al-Nisa’ 4:171b).
 
Os Muçulmanos acreditam que Cristo nasceu da virgem Maria. Porém, se recusam veementemente a crer que o filho de Maria também é filho de Deus, já que ele apenas foi criado nela por Allá, não concebido por Allá. Por esse dogma Islâmico, o Alcorão especificamente contradiz o Credo Niceno, o qual toda a Santa Igreja confessa que Jesus Cristo é: “Deus de Deus, luz de luz, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado, não criado, uma natureza com o Pai”.
 
   “Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)
 
A verdadeira face de Allá no Islã
 
Depois do Concilio Vaticano II NO ANO DE  1973 estamos testemunhando um evidente renascimento do Islã, porque 20% do lucro da produção de petróleo nos estados Islâmicos são oferecidos para propósitos religiosos. Assim, o ímpeto do Islã pelo mundo tem crescido.
A proibição de missões CATÓLICAS é aplicada com mais rigor. Igrejas CRISTÃ neste países de maioria Islã experimentam a opressão e perseguição.
A reforma Islâmica exige a introdução da Sharia em todos os estados Islâmicos ao invés das leis atuais que se originam nos tempos dos poderes coloniais. Os limites da liberdade e da igualdade dos Cristãos locais são muitos.
As missões CATÓLICAS entre Muçulmanos em países Islâmicos sejam proibidas da parte das autoridades locais.
As missões dos Muçulmanos do mundo CRISTÃO está em pleno vapor. As Mesquitas surgem aos montes em todos os países Cristãos.
Os que querem que diga que Allá do Islã é o Deus de Abraão e Pai de Jesus Cristo está iludido e ainda não percebeu a dimensão apocalíptica do ataque Islâmico.
Nunca antes tantos Muçulmanos viveram em países Cristãos apoiados pelos modernistas ecumênicos. Enquanto o número de Muçulmanos dobra a cada 27 anos, ou ainda mais rápido; já os Cristãos do mundo todo precisam de 54 anos para dobrar seu número.
 
Rezem o Santo Rosário para que libertem os ecumenistas do idealismo Iluminista dos modernistas do engano do humanismo e superar a fantasia oca de que existe as “três” grandes religiões Abraâmicas que crêem no mesmo Deus.
 
Os Modernistas precisam entender o Islã não tem mesmo Deus Católico.
 Alá obviamente não é o Deus Católico.
 
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=UhCEHScieHs
 
 
Muçulmano abusa sexualmente de Cristã de 2 anos porque o pai se recusou a converter ao islão.
Em relação à menina violada; devido aos ferimentos, ela quase morreu e mesmo depois de 5 cirurgias, ela não consegue urinar normalmente. Ela nunca vai ser mãe, e os pais têm que viver escondidos devido aos receios duma retaliação por tornarem público este incidente, depois de alguns anos conseguirão asilo no Canada.
 
“Os terroristas islâmicos sequestraram 200 mulheres cristãs: ser estuprada até a morte.” A trágica denúncia de um sacerdote sírio. 
 
Sinceramente, alguém ainda acha que o islão é uma “religião de Deus”?
É por coisas como esta que é absolutamente necessário (e correto) separar o islão  do Cristianismo, não aceitando está união que é feita
 sob o manto do Concilio Vaticano II de “religiões abraâmicas”.
 
Só há UMA religião abraâmica, e não é o Judaísmo nem a Muçulmana.
É a Igreja Católica Apostólica Romana. 
 
Deus não tem “religiões”.
 
Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho. Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai. Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.
(I João 2:22-23 e 4:1-3)
 
São Raimundo Nonato,LIBERTE OS PADRES CONCILIARES do CATIVEIRO DO Ecumenismo modernistas DO VATICANO II.
 
Fonte: Escravas de Maria.
Anúncios
Esse post foi publicado em Concílio Vaticano II, Islamismo e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s